Home

Treino Fitness
A aproximação inteligente
A história da musculação
A importância de ser acompanhado
Acessórios para musculação
As vantagens das caminhadas
Barra recta ou barra W?
Doping
É necessário usar cinturão?
Erros
Hipertrofia
Mito: Musculação causa varizes
Motivação acima de tudo
Musculação durante a gravidez. Seguro?
Musculação para crianças
Musculação para idosos
Musculação para mulheres
No ginásio ou em casa
Qualidade vs Quantidade
Segurança-no-ginásio
Sobre a musculação
Um bom sono

Alimentação
A alimentação a ter
A importância dos hidratos de carbono
Barras proteicas
Batidos proteicos
Introdução Suplementos
Musculação para vegetarianos. Sim ou não?
Receitas de barras proteicas
Receitas de batidos
Suplementos em detalhe

Exercicios
Resumo de exercícios
Abdomen
Biceps
Costas
Glúteos
Ombros
Peitoral
Pernas
Pescoço
Triceps

Lesões
A lesão mais frequente: Tendinite
Cãibras musculares
Lesões nos joelhos
Prevenção de lesões

Secçoes
Pesquisar
Contato
Condições de uso

Treino Fitness » A aproximação inteligente

A aproximação inteligenteAqui estão algumas dicas para tirar o máximo de partido dos vossos treinos de qualidade:

- Faz series seguidas de um exercício e aquece com pesos ligeiros antes de passar às series de trabalho. Esquece os pesos maiores com repetições escassas; a musculatura não vem fazendo duas repetições ou as máximas possíveis. Escolhe um peso que te permita completar de 8 a 12 repetições.
- Se descansavas uns 90 segundos entre series, baixa agora para 60.
- Procura fazer o mesmo número de repetições o máximo possível. Deves obrigar-te a esforçar-te.
- Outras técnica de alta intensidade, como repetições forçadas e series descendentes, fazem-se melhor na ultima serie de um exercício determinado. Se fizeres isso logo de inicio, não poderás fazer nos seguintes. A última serie deve ser levada ao limite.
- Apesar de ter de manter um estilo correcto de execução, foi descoberto que muito bem acelerar a velocidade das repetições até ao final da serie, quando começa-se a sentir o cansaço. Esta espécie de pequeno truque permite fazer mais uma ou duas repetições extra, mas mantendo sempre o controlo do peso.
- Esta técnica pode ser muito dura com alguns exercícios, mas é muito útil com as máquinas onde o peso circula ao longo da mesma.
- Procura a exaustão, mas tem cuidado para não te excederes. Se treinares demais, podes ficar lesionado se te descuidares.
- Se o número de repetições começa a falhar drasticamente ou dás alguns segundos a mais descanso entre series ou reduzes o peso para poder voltar ao intervalo de 8 a 12 repetições.
- Se terminares o treino antes do habitual, aproveita a oportunidade para adicionares novos exercícios. Os principiantes não devem fazer mais do que três exercícios por grupo muscular, os intermédios mais de quatro e os avançados mais de cinco.
- Pensa neste treino como uma mudança de ritmo quando quiseres procurar algo novo durante uma fase de treino pesado. O trabalho de alta intensidade não debe nunca ser feito de forma contínua.

No final deste ciclo, comprovarás que os músculos ficarão muito mais bem definidos e com mais resistência, apesar de poder baixar um pouco a força, mas isso não deve preocupá-los; a nova fase de crescimento os conduzirá mais além, pois serão capazes de coordenar correctamente todas as variáveis. O nosso sistema vai-vos ser bastante útil.