Home

Treino Fitness
A aproximação inteligente
A história da musculação
A importância de ser acompanhado
Acessórios para musculação
As vantagens das caminhadas
Barra recta ou barra W?
Doping
É necessário usar cinturão?
Erros
Hipertrofia
Mito: Musculação causa varizes
Motivação acima de tudo
Musculação durante a gravidez. Seguro?
Musculação para crianças
Musculação para idosos
Musculação para mulheres
No ginásio ou em casa
Qualidade vs Quantidade
Segurança-no-ginásio
Sobre a musculação
Um bom sono

Alimentação
A alimentação a ter
A importância dos hidratos de carbono
Barras proteicas
Batidos proteicos
Introdução Suplementos
Musculação para vegetarianos. Sim ou não?
Receitas de barras proteicas
Receitas de batidos
Suplementos em detalhe

Exercicios
Resumo de exercícios
Abdomen
Biceps
Costas
Glúteos
Ombros
Peitoral
Pernas
Pescoço
Triceps

Lesões
A lesão mais frequente: Tendinite
Cãibras musculares
Lesões nos joelhos
Prevenção de lesões

Secçoes
Pesquisar
Contato
Musculação
Amor
Plantas
Nova Iorque
Condições de uso

Lesões » Lesões nos joelhos

Neste artigo vamos falar sobre as diferentes lesões que podem surgir na zona do joelho. Estas lesões têm as suas próprias características, pelo que vamos falar de algumas delas. Mas antes disso tudo, vamos falar sobre o próprio joelho. O joelho é formado por duas partes principalmente:

Os meniscos (dois por cada joelho), que ajudam na articulação e aumento da estabilidade;

Os ligamentos, que ajudam no aumento da estabilidade e asseguram-se da fixação dos ossos;

Qualquer pessoa com problemas a nível dos joelhos e outras articulações é preferível que tentem alguma fisioterapia primeiro de forma a evitar futuras lesões e problemas graves causados pelo esforço aplicado, mesmo que seja a curto ou longo prazo. Vamos falar então sobre algumas lesões comuns.

Deslocamento da rótula

Este tipo de lesão surge quando o joelho se encontra dobrado e é exercida pressão a mais sobre a própria perna. Quem sofre desta lesão necessita imediatamente de cuidados médicos e o próprio tratamento poderá ser doloroso pois qualquer movimento irá causar dor. Os vários tipos de tratamento incluem a imobilização com gesso, operação cirúrgica e implica a cessação de qualquer treino muscular durante várias semanas.

Lesões no menisco

Estas lesões podem ser apresentadas como rupturas parciais ou totais e podem também causar artrite no próprio joelho. Estas lesões normalmente surgem após algum tipo de acidente, como uma queda que implicasse um impacto anormal. Atletas que sofram deste tipo de lesões poderão ouvir estalos / barulhos após algum movimento, dificuldades no movimento, etc.

Contudo nem sempre estes sintomas surgem, e neste caso em específico não é necessário qualquer tipo de cirurgia, mas a dor é uma constante. A recuperação desta lesão pode levar algumas semanas (um mês sensivelmente).

Lesões de ligamentos

Como já foi dito anteriormente, os ligamentos trabalham juntamente com os meniscos. As lesões de ligamentos surgem quando existe estiramento ou uma ruptura total. Estas lesões surgem quando existe uma enorme pressão para o atleta se manter em pé (devido a pesos durante o treino por exemplo) e a perna acaba por sofrer uma forte rotação. Esta lesão pode causar dor e derramamentos de sangue internos (hermatrose). É necessário procurar de imediato ajuda médica devido à gravidade da lesão em causa.

O tipo de tratamento depende dos ligamentos lesionados, e a própria recuperação é bastante importante, pois nem por todas as vezes se volta a conseguir fazer o mesmo uso do joelho com antigamente (daí a importância na procura de um médico especializado).

Lesões nos tendões

As lesões dos tendões dos músculos podem causar contracções involuntárias (semelhantes a uma cãibra), mas neste caso é mais propício a acontecer este sintoma quando é aplicado algum tipo de esforço irregular à zona já afectada (quando a lesão não é muito grave). Outra forma de detectar este tipo de lesão é, quando o lesionado tenta estender a perna, sente muitas dores e ainda nota uma cova acima do joelho (sensivelmente). Neste tipo de situação é urgente recorrer-se a um médico a fim de ser operado.

Existem outros tipos de sintomas, contudo a grande maioria deles vai impedir o movimento das pernas devido às dores e, por vezes, a impossibilidade sequer de conseguir esticar as pernas.